Hobby Model.

Modelismo – é a recriação em escala reduzida de modelos de aviões, carros, helicópteros, trens, navios, etc. Essa recriação pode se destinar a atividades profissionais, mas, de um modo geral tem caráter recreativo, hobby (passatempo). A maioria dos modelos segue escalas específicas, que servem para estabelecer uma relação entre as dimensões do objeto real e do modelo recriado. Como uso profissional, destaca-se o uso de modelos e maquetes para levantamento de dados como as aerodinâmicas, resistências mecânicas, hidrodinâmicas, flutuabilidade, etc. Alguns destes hobbys contam com campeonatos estaduais, nacionais e mundiais.

1 – Aeromodelismo é a construção de modelos, em escala reduzida, de estruturas aeronáuticas e aeroespaciais (aviões, balões, foguetes etc.). Existem várias categorias conforme o tipo de aeromodelo:

VCC – vôo circular controlado, no qual o aeromodelo fica ligado ao aeromodelista por meio de cabos;

Rádio Controlado – o aeromodelo é controlado por meio de um rádio de controle remoto e é, atualmente, a mais praticada dividindo-se em duas modalidades, que se diferem pelo seu tipo de motor:

Glow ou motores a explosão (combustão interna) são maiores geralmente feitos com madeira balsa, junto com outros materiais como fibra de vidro, plástico poliondas e outros;

Park flyer menores e mais leves feitos de isopor e com motores elétricos.

Vôo livre – o aeromodelo, depois de lançado, não sofre mais nenhuma interferência por parte do aeromodelista. Pode ser aeromodelo com motor, com elástico ou sem propulsão própria.

2 – Automodelismo é a prática de modelismo em automóveis, que podem ser de controle remoto ou estáticos. Entre os automodelos de controle remoto existem os movidos a combustível ou elétricos. Os modelos de combustão utilizam como principal combustível o metanol, misturado com óleo 2 tempos, geralmente sintético, mas por vezes à base de rícino.

On road são para pistas asfaltadas e são muito semelhantes a carros de Stock Car.

Off road são para terra ou terrenos acidentados.

Para cada grupo existem categorias que determinam seu tamanho. As mais comuns são 1/5, 1/8 e 1/10. Estes números representam escalas comparando-se com carros verdadeiros, ou seja, um automodelo 1/10 tem um décimo do tamanho de um carro real.

3 – Helimodelismo é a construção em miniatura de helicópteros (civis e militares), mantendo as mesmas características para voo, utilizando motores elétricos ou a combustão e radio controle.

4 – Nautimodelismo é a construção de modelos reduzidos de veleiros, transatlânticos, barcos e navios (civis e militares).

5 – Ferromodelismo: No caso do modelismo ferroviário, também chamado ferromodelismo, este passatempo pode assumir diversas formas, desde a simples exibição de miniaturas em cenas reduzidas à construção integral de maquetes onde miniaturas de composições ferroviárias circulam nas ferrovias, em ambiente que reproduz uma determinada região, com as suas características geográficas mais relevantes.

6 – Plastimodelismo, esses modelos são feitos de material plástico, sendo geralmente adquiridos em “kits”. São simples modelos plásticos em escala. Existem plastimodelos de vários tipos, como de aviação (civil e militar), veículos civis e militares, carros de competição, motos, navios e até mesmo de figuras.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *