Mais chuva…

E a chuva voltou forte ontem à noite com rajadas de vento (70 mm conforme radio comunitária). Aparentemente poucos estragos em residências ou galpões, mas deitou bastante trigo. Creio que o maior susto foi um poste de luz que caiu quase atingindo uma casa na Rua La Salle, próximo a Igreja. Mas da pra ver que o poste estava podre. E deve ter mais postes nessa situação.

A concessionária de energia já substituiu o poste. Nas últimas horas foram registradas queda de luz em cidades nas regiões noroeste, missões, alto Uruguai e planalto médio. Os desligamentos, segundo a companhia, foram causados por descargas elétricas, mas principalmente devido a rajadas de vento que provocaram queda de postes e árvores na rede.

A instabilidade cresce desde domingo sobre o Sul do Brasil, associadas a uma frente fria. Altos volumes de chuvas voltaram a ser observados. O Rio Grande do Sul foi novamente o estado mais atingindo pelos temporais, mas as áreas de instabilidade se expandiram um pouco mais nesta quarta-feira, provocando chuvas fortes também em Santa Catarina e Paraná.

E as más condições do tempo na região também atrapalharam o voo da seleção brasileira. O avião teve que desviar sua rota cerca de 300 km pelo Paraguai, pois as chuvas intensas no Rio Grande do Sul formaram nuvens muito carregadas ontem à noite sobre a região de onde ocorrerá a partida, em Resistência, no norte da Argentina.

E a chuva continua nos próximos dias, segue com tempo instável no Sul, com risco de chuva forte e volumosa, além de rajadas de vento e raios em quase toda a região, com chuvas previstas até a próxima terça-feira.

Celito

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *