Pe. Ottomar Schneider

Biografia

 
Padre Ottomar Pedro Schneider.

Nasci na Comunidade São José, do atual Município de Salvador das Missões, no Estado do Rio Grande do Sul, em 26 de janeiro de 1936. Meus pais, Silvestre e Maria Amália Lunkes Schneider, além de serem pequenos agricultores, eram pessoas profundamente religiosas. Fui batizado, logo depois de nascer, na Paróquia Sagrada Família, de Cerro Largo. Passei minha infância e aprendi as primeiras letras na Comunidade Santa Inês, do Município de São Luiz Gonzaga. Ali também nasceram meus cinco irmãos, dentre os quais sou o mais velho. Dois já estão, juntamente com meus pais na Casa do Pai.
Aos 10 anos de idade fiz minha primeira Eucaristia. Com 14 fui atraído pela Congregação dos Irmãos Maristas e ingressei no Juvenato de Bom Princípio, RS. Cursei o Colegial, no então Juvenato Champagnat, no Bairro do Partenon, na Cidade de Porto Alegre. Fiz o Noviciado Marista na Cidade de Passo Fundo, RS, onde conheci a pedagogia e a espiritualidade do Movimento Apostólico de Schoenstatt. Lecionei nos Colégios Maristas nas Cidades de Erexim, Uruguaiana e Santo Ângelo, todas no Estado do Rio Grande Sul. Nesta última iniciei o Movimento Apostólico, em 1964. Hoje, a Diocese de Santuário conta com um Santuário da Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt.
O Fundador do Instituto dos Irmãos Maristas, Marcelino Champagnat
Voltando a sentir um forte chamado ao sacerdócio, que desde criança me vinha acompanhando, em 1966 decidi-me esta escutar a voz de Deus. Pedi dispensa da Comunidade Marista, para ingressar no recém fundado Instituto Secular dos Padres de Schoenstatt. Tive a graça de ser recebido, pessoalmente, pelo Padre José Kentenich que, então, me disse: “Embora você se torne, agora, Padre de Schoenstatt, a sua missão nos Irmãos Maristas permanece!”
Em 1969 voltei a fazer um Noviciado com meus irmãos de Curso provenientes da Suíça, Alemanha, África do Sul e Brasil. Nós o realizamos junto ao Santuário Original de Schoenstatt. Em seguida cursei a Teologia na Westfälische Wilhelms-Universität Münster, que me concedeu o título de Diplomtheologe. Ordenado Diácono pelas mãos de Dom Henrique Tenhumberg, então Bispo Auxiliar de Muenster, retornei ao Brasil. No dia 7 de outubro de 1972, pela imposição das mãos do primeiro Bispo da Diocese de Santo Ângelo, RS, e depois Cardeal, Dom Aloísio Lorscheider, na Capela do Município de Salvador das Missões, tornei-me Sacerdote da Comunidade dos Padres de Schoenstatt.
Como Padre de Schoenstatt, trabalhei em São Paulo, SP, Londrina, PR, e Santa Maria, RS. Fui Assessor dos vários Ramos do Movimento de Schoenstatt, Diretor Regional e Nacional, Assistente das Comunidades da União de Famílias e da União de Presbíteros, Reitor das Filias dos Padres de Schoenstatt em Santa Maria, RS, e Londrina, PR. E, agora, completo meus 40 anos de sacerdócio.
Como meu Fundador, o Servo de Deus Padre José Kentenich, devo reconhecer com profunda gratidão: “Sinto-me como se, nestes quarenta anos, não tivesse feito absolutamente nada. Não interpretem isso, como um exagero. É assim, literalmente. Há estados especiais que Jesus formulou de forma clássica: Quando tiverdes feito tudo, dizei: ‘Somos servos inúteis porque fizemos apenas o que devíamos fazer’ (Lc 17,10)… Com uma ingenuidade singela queremos dar, de todo coração, a honra a quem ela compete. Devo citar a Mãe de Deus? Ela tem motivo para celebrar o jubileu!”Convido, pois, meus amigos do sul ao norte, do leste ao oeste do Brasil, a celebrar comigo e com minha Comunidade dos Padres de Schoenstatt, este jubileu dos 40 anos do meu sacerdócio. Sou um Padre feliz. Não me arrependo um segundo de ter trilhado este caminho de serviço à Igreja de Cristo na Família de Schoenstatt. Se o Deus da Vida e da História me pedisse, faria tudo de novo e com o mesmo empenho aos meus irmãos e às minhas irmãs na fé e na missão.
Padre José Kentenich
Lembrando que a festa em comemoração ao jubileu de rubi sacerdotal do Padre Ottomar Pedro Schneider será neste domingo, dia 09/12/2012, na igreja Cristo Rei e logo após a missa seguirá o encontro festivo no Clube Progresso com almoço e diversas atrações durante o dia.
Celito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *